"; PlayWin.document.write(winContent); PlayWin.document.close(); // "Finalizes" new window // UniqueID = UniqueID + 1 // newWinOffset = newWinOffset + 20 // subsequent pop-ups will be this many pixels lower }

Domingo, Fevereiro 24, 2008

11 de Setembro - Por uma comissão de inquérito independente

Passadas algumas semanas sobre o Parlamento Japonês, é a vez da Europa abrir um debate sobre os acontecimentos do dia 11 de Setembro de 2001. Apesar de jornalistas e políticos franceses continuarem a sustentar a versão da conspiração islâmica da adminisração Bush, o eurodeputado italiano Giulietto Chelsa organizou uma jornada histórica que irá decorrer no Parlamento Europeu de Bruxelas no próximo dia 26 de Fevereiro, que inclui a exibição do seu filme "ZERO - Inchiesta sull' 11 Setembre."

Este documentário é fruto de um trabalho colectivo englobando oito meses de inquéritos, reportagens e entrevistas, tanto na Europa como nos Estados Unidos da América. O filme será seguido de debate com, entre outros, Giulietto Chiesa (jornalista e político italiano, membro da comissão de inquérito do Parlamento Europeu sobre as prisões secretas da CIA), Andreas von Bulow (antigo ministro alemão e especialista dos serviços secretos), Pr David Ray Griffin (autor de quatro livros de referência sobre o 11 de Setembro e especialista em processos de investigação) e Yukihisa Fujita (deputado japonês).

Esta iniciativa inscreve-se no movimento de resistência, agora com amplitude internacional, iniciado pelas famílias das vítimas e que apela à formação de uma comissão de inquérito internacional independente sobre o 11 de Setembro.

Ler a notícia completa aqui.

Etiquetas: , ,

Quarta-feira, Setembro 19, 2007

Andrew Meyer versus John Kerry

Jornalismo é uma profissão de risco, já sabíamos. Neste vídeo podemos assistir a uma autêntica aula prática, com a presença de solícitos monitores, que ajudam os alunos a compreender alguns aspectos muito subtis e sofisticados da sua espinhosa e nobre missão no futuro mundo global.(AF)




No fim da sua dissertação, John Kerry apontou para Andrew Meyer, um estudante de jornalismo de 21 anos, para que fizesse a sua pergunta. Meyer trazia consigo um livro do repórter de investigação Greg Palast, da BBC, e perguntou se Kerry estava ciente da investigação feita que indicava que ele, Kerry, tinha sido afinal o vencedor da eleiçao. Porque razão - perguntou Meyer - Kerry concedeu tão depressa a vitória, se havia tantos e tão óbvios indícios de fraude? Porque razão, terminou Meyer por perguntar, se recusa Kerry a apoiar a impugnação de Bush, quando este se prepara para iniciar mais um acto de agressão militar, desta feita contra o Irão?

Fonte: Paul Craig Roberts
Why Did Senator John Kerry Stand Idly By?
publicado por Counterpunch a 19 de Setembro de 2007

Etiquetas: , ,


hits: