Joseph Stiglitz – Ligações perigosas

A macro-economia vai atingindo a maturidade. A validade universal de alguns conceitos é contestada por novos modelos. Os acontecimentos recentes levaram um grupo de investigadores a empreender um estudo que completa os conhecimentos adquiridos até à data nesta área. (AF)



Procurámos caracterizar o comportamento de uma rede de créditos financeiros ao longo do tempo por meio de um sistema de
Stefano Battiston, Domenico Delli Gatti, Mauro Gallegati, Bruce Greenwald e Joseph E. Stiglitz
17 de Outubro de 2008

2 Comentários

  1. António Chaves Ferrão says:

    Alexandre
    Aguardamos com interesse a tua primeira participação no blog
    Um abraço

  2. Alexandre Santos says:

    O estudo é post-hoc, mas parece totalmente razoável. No entanto não tenho a certeza que que o problema sejam as interligações entre os actores económicos (não é isso a globalização?), mas a total incapacidade de avaliar riscos e funcionamento dos diferentes processos acoplados.

    Cada processo (credit swaps, etc) parece ser uma caixa negra cujo comportamento é mal compreendido. E quando uma dessas caixas começa a comportar-se de maneira anormal, induz comportamentos novos e desconhecidos em outros processos. Parece que esta crise vai ser a primeira ocasião de realmente perceber como funcionam as novas entidades económicas criadas durante os últimos dez-vinte anos.

    A novidade não é que estes processos estejam inter-conectados, mas o tipo de comportamento que podem adoptar em condições adversas.

Deixe um comentário

Tem que se Identificar para comentar.