Segunda-feira, Agosto 13, 2007

Polónia - O Partido da Floresta

PolóniaCerto dia os animais da floresta decidiram formar um partido. E logo ali elegeram o lobo como presidente e decidiram que o problema mais importante a resolver era o dos excrementos espalhados por todo o lado. Assim, seria construida uma casa de banho para que todos usassem.
LoboA casa de banho foi construida e, durante uma semana, tudo pareceu correr bem. Mas eis que o lobo, na sua inspecção diária, ao sétimo dia verificou que o vidro da janela estava partido. Convocou imediatamente a Assembeia Geral do Partido da Floresta e perguntou quem tinha sido o responsável pelo ocorrido na casa de banho.
CoelhoAdiantou-se o coelho:
- Fui eu! Fui eu - exclamou.
O lobo - incrédulo - perguntou então:
- Explica lá, ó coelho, como conseguiste partir o vidro da janela que estava muito acima da tua altura?
- Eu estava todo divertido aos saltinhos perto da casa de banho quando o urso pegou em mim, limpou-se ao meu pêlo branco e atirou-me pela janela fora...
Urso- Urso! - interrompeu o lobo - Determino que procedas imediatamente à reparação da janela e que ponhas a casa de banho nas perfeitas condições em que se encontrava quando foi construida.
O urso assim fez e, durante mais uma semana, tudo pereceu regressar à normalidade.
Mas eis que, ao sétimo dia, na sua ronda diária de inspecção pela floresta, o lobo reparou que a casa de banho estava novamente com o vidro da janela partido. Convocou uma Assembleia Geral de emergência e, estando reunidos todos os animais, como membros do Partido da Floresta, voltou a colocar-lhes a mesma pergunta:
- Quem partiu o vidro da janela da casa de banho?
Adiantou-se novamente o coelho:
- Fui eu! Fui eu - exclamou.
- Outra vez tu? Explica lá, ó coelho como é que se passou isso desta vez - retorquio o lobo.
E o coelho foi dizendo:
- Eu estava aos saltinhos perto da casa de banho quando o urso pegou em mim, limpou-se ao meu pêlo branco e...
- Urso! Determino que repares imediatamente o vidro da janela da casa de banho e mais, se voltares a usar coelho para partires a o vidro, que sejas expulso do Partido da Floresta e também da floresta.
O urso reparou novamente o vidro partido e, durante uma semana, tudo parecia ter chegado finalmente à desejada normalidade.
Mas eis que, ao sétimo dia, na sua ronda diária pela floresta, o lobo descobriu que a casa de banho não só tinha o vidro da janela partido, como estava toda ela em cacos espalhados pelo chão, não sobrando uma viga em pé.
Convocada nova assembeia, foram questionados os membros do Partido sobre quem tinha sido o responsável pela destruição completa da casa de banho.
Porco-espinhoFui eu! Fui eu - adiantou o porco-espinho. Andava aos saltinhos perto da casa de banho...

Narrada por Jacek Nicz (obrigado, Jorge). Em itálico, os símbolos para que cada um encontre à sua vontade as realidades sociais retratadas.

Etiquetas: ,

1 Comentários:

At 00:27, Blogger Jorge Ferrão disse...

Apenas uma pequena correcção:
O narrador é Jacek Nicz.

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: