Sexta-feira, Janeiro 12, 2007

Que bom!




É tão bom ter um computador.
Estar ligado à Internet.
Ter toda a informação do mundo na ponta dos dedos.
Estar permanentemente contactável.
Conhecer os pensamentos dos outros.
Comentar, admirar, marcar, copiar, criar, estudar, sonhar...

Assim em vez de:

Andar de mota (que é perigoso)
Fumar um cigarro (que faz mal à saúde)
Sair à noite (limita as horas de sono)
Tocar (acorda os vizinhos)

Sempre posso:

Escrever um post.

É seguro, e se alguém se zangar com isso, só deve, por uma questão de ética utilizar o botão comentar.
É proibido, pela lei da Net, verbalizar ou extrair assuntos desta caixa ainda que de outra maneira nunca viessem à baila.

Por enquanto, vai saindo com nome e apelido, apesar do relevo indesejado. É como ir a um baile de máscaras sem o disfarce. Afinal, quantos blogueiros se identificam autenticamente? Ele há tanta gente séria por aí... Desde o Vinho Rosé até ao PSP, e todos bem falantes!

De resto, confesso que depois do charme inicial desta exposição, começam a vir à tona questões antigas. Por exemplo: Estarei agora mais unido aos meus interlocutores porque falei para todos com testemunhas? Ou é esta exposição que vai ditar uma cisão maior?

O Retrógrado
440

Etiquetas:

2 Comentários:

At 23:52, Blogger José Ferrão disse...

Eu acho que com os blogs, podemos ficar a conhecer melhor os outros, e sobretudo ficamos a conhecer melhor a nós próprios!

 
At 08:59, Blogger Magda Nieto Reprezas disse...

OLá, Jorge.
Pelo menos dá para a família se ir "vendo", pois está cada vez mais difícil estar sentado a falar sobre a vida.
Assim, enquanto os "pequenotes terroristas" dormem, e já que tens que estar em casa , "espremes" o que podes para sabermos que existes...
Além disso, podes efectivamente, contribuir para mudar mentalidades, melhorarando, deste modo franjas deste mundo cada vez mais apertado.
Um beijo.

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: