Domingo, Janeiro 28, 2007

Manifestação contra a guerra no Iraque






Etiquetas: , , ,

3 Comentários:

At 10:02, Blogger espumante disse...

Imagino o que seria se os Estados Unidos fossem um país livre... os manifestantes não cabiam em Washington.
Outra coisa que me aquietou foi o facto de Susan Sarandon, Jane Fonda, Sean Penn e Tim Robbins terem estado presentes. As notícias que transcreves só falam nos dois primeiros mas eu sei que o Tim e o Sean Penn marcaram o ponto. Tudo actores a sério, malta fixe, nada de Swarzeneggers e outros brutamenotes que votam nos Republicanos.
Eu já tinha lido estas noticias mas lê-las assim em catadupa dá-me um gozo extra :)))
Um abraço tolerante, apesar da Maria de Belém ter dito que sou um intolerante.
:)

 
At 10:09, Blogger espumante disse...

Ando à espera de ver manifestações anti war sobre a Somália, o Darfur, a Palestina (aquilo na Palestina, cá para mim, uma das facções está a ser instigada por Israel, mas está a dar sainete), mas não consigo. Se calhar não deixam fazer manifestações no Sudão, na Palestina, na Somália, sei lá...

Isto precisa é da Hillary (uma digna representante da Améria "boa", da democrata, apesar de se saber que a América teve mais guerras sob decisão do partido emocrata do que do Republicano) na América e da Segolène em França. A França há-de ser sempre "boa", já se sabe, mas a Segolène é para evitar comportamenhtos desviantes como os de Sarzovsky....

Ai ai... Vale-me a Maria Belém Roseira a colocar-me no devido lugar.
Um abraço plural

 
At 10:34, Blogger António Chaves Ferrão disse...

Espumante: welcome back
O tempo dos USA à imagem e semelhança de Bush está a chegar ao fim. O que vês aqui é uma espécie de boletim meteorológico.
Quando Swarenegger aparecer numa manifestação em apoio à geurra do Iraque, fica desde já prometido, dedicar-lhe-ei um post nos mesmos termos que este que mereceu a tua atenção.
Um abraço

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: